Mais vale a lágrima da derrota, do que a vergonha de não ter lutado. (Bob Marley)

domingo, 15 de abril de 2018

Acompanhamento da carteira de ações

   Esse ano demorei a ver os releases e webcasts do quarto trimestre de 2017 das empresas em que sou sócio, os referidos documentos o acionista pode verificar no site de relações com os investidores das empresas. Nesse documento verificamos como  foi o lucro, a geração de caixa, compras e vendas no trimestre da empresa, perguntas e respontas nos webcasts vindo de jornalistas e acionistas. 


Bons resultados e aumento no percentual de alocação da carteira. 

Grendene:  Mais um ótimo resultado  com lucro aumentando para 661 milhões de reais em 2017, aumento na geração de caixa  e no patrimônio. Aumentei o percentual para 9% da carteira de ações.

Vale:  A empresa vem junto a uma boa gestão, sendo favorecida pela valorização do minério de ferro. Lucro aumentou de 13.296 bilhões de reais para 17.670 bilhões de reais. A companhia tem como meta também a diminuição da dívida. No ano a dívida líquida terminou em 60.074 bilhões de reais com patrimônio de 148.105 bilhões de reais. Aumento percentual na carteira para 6%. 

Odontoprev: Essa vem quietinha  mas ano sobre ano aumentando seus lucros, em 2017 mais uma aumento de lucro mesmo com um não recorrente, lucro de 503 milhões de reais.  Aumentei o percentual na carteira para 5%

Weg:  Mesmo com a crise na economia e encontrar-se em um setor complicado, a indústria, a Weg apresentou lucro robusto e dívida líquida de 527 milhões de reais negativos.

Sabesp:  Empresa aumentou aumento de caixa, diminuição da dívida e uma pequena queda nos lucros. Achei o resultado bom, resolvi aumentar o percentual para 6%.



Resultados ruins e diminuição da alocação na carteira de ações 

Totvs: Apos a compra da Bematech e da mudança do  modelo de negócio de licenciamento para subscrição. Lucro despencou de 195 milhões de reais em 2015 para 93 milhões de reais em 2017. Até agora empresa não capturou ganhos e sinergias positivas com a compra da Bematech. Diminui o percentual de alocação de 3% para 2 %.

Marcopolo: Queda brusca de lucro de 223 milhões de reais para 89 milhões. Realmente vender ônibus não é fácil. Essa aqui não comprarei mais e se continuar piorando sai da carteira.

Aes Tietê:  Após o fim do contato com a Eletropaulo, empresa vem comprando ativos de opções alternativas de energia, dessa maneira aumentando divida e diminuindo lucro. Diminui o percentual para 2%.

Valid:  Talvez uma das maiores decepções da carteira no momento. Lucro despencou de 128 milhões em 2015 para 28 milhões em 2017. Todo webcast é desculpa que a crise está impactando o negócio dela. Estou concluindo que empresa que envolva tecnologia é bem complicado. Por enquanto fico sem comprar. 

Ecorodovias: Lucro  até aumentou no último ano, más a dívida dela é bem grande, bem maior que o patrimônio líquido. empresa paga pouco dividendo, precisa de muito dinheiro para investimento. diminui a alocação para 2%.

   As outras empresas da carteira mantive o mesmo nível percentual de alocação ( Bradesco, Cielo, Porto Seguro, Ultrapar, Banco do Brasil, Ccr, Engie, B3, Hering, Multiplus, Alupar, Natura, Eztec, Metal Leve e  Cemig)

ATENÇÃO: Esse Blog não possui certificação para análise de valores mobiliários,  Não oferece consultoria de investimentos . Trata-se apenas de um diário de um investidor amador. O administrador do blog recomenda muito estudo antes de qualquer investimento.

10 comentários:

  1. Muito boa análise Beto.

    Eu estava pensando em analisar a concorrente dela, a CCR ... Acho que é a melhor no setor, se não me engano, quando estava analisando este tipo de empresa.

    A Tiete eu tenho, é a que me dá um pouco mais de preocupação pelo aumento da dívida, porém os tempos são outros, sem ELPL ...

    Abração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos ficar de olho em Tietê para ver se as outras fontes de energia melhorem o EBITDA. Abraço VDC.

      Excluir
  2. WEG: diminuição da dívida líquida de 5826 bilhões de reais para apenas 12 milhões de reais.

    Tá certo isso? De 5 bi para 12 mi?

    No mais belas análises, tudo se resume a lucro e divida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pobre realmente esta errado. Quando chegar em casa arrumo. Na verdade a dívida líquida dela está negativa em cerca de 500 milhões, ou seja sem dívida. Obrigado pela correção. Abraço.

      Excluir
  3. Sempre bom acompanhar os resultados e os balanços das empresas, para assim conseguir fazer bons investimentos.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Fala Beto!

    Umas das empresas que estava de olho era a Totvs, estava pensando em investir numa empresa de tecnologia, porém ela não anda bem mesmo.

    Aes Tiete, foi a ultima empresa que coloquei em minha carteira, ela como esta investindo em outras fontes de energia(solar por exemplo) vejo um potencial num futuro ainda nela.

    Enfim, ótima análise!

    Abraços e sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A TOTVS ando bem preocupado com ela, não decola. AES Tietê sempre gostei, agora aguardar esses outros negócios gerarem caixa. Abraço steynd

      Excluir
  5. ótima análise, o problema da Valid é que surgiram vários concorrentes na área, investir em TI é ruim por conta disso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Complicado mesmo. Esta sempre surgindo empresa e tecnologias novas. Abraço stifler

      Excluir
  6. Olá, parabéns pelo site!
    Também me interesso por investimentos, principalmente sobre fundos imobiliários. Por isso criei um site para falar sobre fundos imobiliários, se puder dar uma passada nele depois!

    https://palafiita.wordpress.com

    ResponderExcluir