Mais vale a lágrima da derrota, do que a vergonha de não ter lutado. (Bob Marley)

domingo, 10 de maio de 2020

Grandes empresas brasileiras fora da bolsa de valores.

   No Brasil atualmente não temos nem 400 empresas de capital aberto com possibilidade de sermos sócio, número insignificante em relação aos Estados Unidos ou mesmo países pequenos da América latina e fui dar uma olhada em grandes empresas brasileiras que poderiam estar na nossa bolsa. acredito que a B3, a dona da bolsa falha em não atrair essas empresas e mostrar as vantagens das mesmas terem capital aberto, também os excessivos custos para estar na B.3


Química Amparo -Ypê-  Empresa 100% brasileira fundada em 1950 na cidade de Amaro em São Paulo que começou produzindo o sabão em barra Ypê. A empresa produz produtos que estão no nosso dia com produtos de sabão em pó, desinfetante, detergente, amaciante e limpeza em geral. Hoje em dia a empresa possui unidades em Salto-SP, Simões Filho-BA, Anápolis-GO e Goiânia-GO. Empresa que produz produtos essenciais que seria legal ter a possibilidade de ter ações vendidas na B3. 



Marilan - A empresa de bolachas Marilan foi fundada em 1956  na cidade de Marília em São Paulo, é a segunda maior produtora de biscoitos e bolachas e a mais consumida segundo o site da empresa. Dona de marcas famosas como a bolachas maria e  a Pit stop. Seria uma concorrente a altura para M.Dias que já é de capital aberto. 





Flora - Minuano - A marca minuano de detergente, amaciante, sabão em pó e outros de limpeza pertence a empresa Flora produtos de higiene e limpeza S.A que faz parte do grupo J&F, os mesmos donos do frigorifico JBS que também são donos do Canal Rural e do Banco Original. A empresa Flora possui um faturamento de 1,3 bilhões de reais ao ano. 



Jacto - Fundada em 1948 por Shunji Nishimura que desenvolve máquinas e equipamentos para a agricultura como esses da imagem, utilizados para aplicação de agrotóxicos na lavoura. A empresa possui fábricas no Brasil, Tailândia e Argentina esses produtos são exportados para muitos países do mundo. 





TigreEmpresa de tubos e conexões e materiais para construção a empresa foi fundada por João Hansen Júnior em 1941 quando o fundador comprou uma fábrica de pentes Tigre  feitas de chifre de boi que estava em situação financeira ruim. O mesmo empreendedor acreditou no plástico e PVC para desenvolver seus produtos. Hoje a empresa é comandada pelo seu neto Felipe Hansen. A empresa ficou famosa pelas propagandas 


    Outras empresas aqui que estou lembrando são Bauducco, Arroz Cristal, SBT, Rede Globo, Band, as subsidiárias da Ford, da Volkswagen, da Fiat do Brasil, Leites Piracanjuba, Calçados Beira Rio, Votorantin cimentos. Amigos, quais empresas além dessas poderiam estar na bolsa de valores para podermos ser sócios ? 


23 comentários:

  1. Já que tem a Natura também poderia ter O Boticário =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótima empresa! Produtos de higiene e cuidados pessoais são essenciais.

      Excluir
  2. Existem empresas muito boas fora da bolsa. Só não conheço a empresa de agrotóxicos.

    Tigre é referência há anos. Bom post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Engenheiro! Jacto é uma empresa bem conceituada e a mais utilizada na agricultura brasileira. Abraço.

      Excluir
  3. Acho o segunte BF,
    Parece-me que é uma questão de cultura. Não temos como objetivo abrir o capital da empresa ou estamos satisfeito com as formas de captar dinheiro. E acho importante mudarmos isso, pois a empresa pode crescer mais, expandindo seu mercado e alcançando mais países. Dessa forma, pode favorecer a balança comercial e fortalecer nossa moeda.

    Abç

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é , muitas empresas tem tradição de liderança familiar, talvez não querem dividir os lucros e nem ter que ficar dando explicação para analistas e pequenos acionistas.

      Excluir
  4. Fala, fiscal, blz?
    Boas empresas, hein.
    A Bauducco (Pandurata, na verdade) chegou a "ensaiar" o movimento, mas não saiu do papel.
    Quanto às subsidiárias, não valem a pena para elas abrirem o capital aqui. Isso porque quando elas faturam, obviamente, fazem remessas de grande parte de seu lucro ao país de origem. Mas não dá para condenar, pois manter caixa em BRL seria burrice.
    Aliás, não é só subsidiária que faz isso.
    Abs e bom domingo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou o anônimo das 10 de maio de 2020 16:36.
      Só explicando. empresas de origem brasileiras também estão fazendo "isso": remessas de grande parte dos lucros ao estrangeiro, mantendo caixa em dolar e euro.
      Obviamente isso tem uma consequência negativa: enfraquece ainda mais o BRL. A intenção é voltar "o dia que compensar". Por exemplo: o dia que o 1 USD valer 10 BRL, eles são capazes de retornar com apenas parte do capital enviado, mas, por outro lado, irão remeter em BRL bem mais do que foi enviado. Deu para pegar a ideia?

      Sobre o envio de parte do lucro das subsidiárias para à principal, isso não seria vantajoso para a empresa distribuir os seus lucros. Ora, é mais vantanjoso a Wolskagem encaminhar todo o lucro do mundo à Aleamanha e lá repartir os lucros. Por qual razão ela abriria capital aqui para ter que distribuir os seus lucros gerados aqui para quem investe aqui? Contra-intuitivo ela abrir mão desse "naco".


      Agora, respondendo à pergunta do post:
      1. ALE combustíveis
      2. Amaggi
      3. Aurora
      4. Algar
      5. Citrosuco
      6. Itambé
      7. Tok&Stok (também anda "ensaiando").

      É isso!
      Abs!

      Excluir
    2. Anon! Na bolsa temos a Mahle Metal Leve que manda boa parte de seus lucros para os controladores da Alemanha. A empresa daqui é uma subsidiária do grupo Mahle. Boas empresas essas citadas. São inúmeras as que poderiam estar na bolsa.

      Excluir
  5. Realmente temos muitas empresas que poderiam estar na bolsa aqui e não estão..um gato curioso: na bolsa de valores de Nova Iorque existem Maia de 2500 empresas listadas, enquanto que na Bovespa eram 329 em 2019. Acho esse fato bem assustador !

    Abraço

    https://engenheirotardio.blogspot.com/?m=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade ! o número aqui é insignificante, se for contar as com liquidez e que são boas para se investir que apresentam lucros, ficam ainda menores.

      Excluir
  6. Olá!

    Realmente, acho que é uma questão de legislação ou de cultura.

    Conversando com alguns empresários sobre o assunto, percebo que eles não tem nenhum interesse em abrir capital, devido ao serviço extra necessário, site de RI, divulgação dos dados financeiros trimestralmente, cuidados com pessoas relacionadas...

    Aparentemente o gasto extra pra listar a empresa em bolsa não compensa o capital "barato" e a "perda" de parte dos lucros. Se tiver algum empresário lendo este comentário pode responder se já pensou em abrir capital na bolsa, e se sim, porque não o fez?

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Bolivar. Nos estados Unidos empresas pequenas regionais entram na bolsa para captar dinheiro e crescer o negócio, aqui o pessoal não quer dividir os lucros.

      Excluir
  7. Verdade! E tem outra candidata pintando: Lojas Havan. Vamos acompanhando as ipos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Duvido aquele velho mentiroso abrir capital na bolsa.

      Excluir
  8. Ótimo tema de postagem, já procurei algo assim e até hoje não tinha achado...

    * LOJAS CEM, seria legal de ver na bolsa...
    * CRUZEIRO DO SUL EDUCACIONAL
    * BOB'S
    * SUPERMERCADOS BH (enorme aqui em MG, umas 200 lojas)
    * CACAU SHOW
    * CEDAE - RJ (um dia sai esse IPO)
    * EMBASA - (saneamento da BA, tambem planejava IPO)
    * DROGARIA ARAUJO
    * GASMIG
    e muitas outras sem duvida...


    ResponderExcluir
  9. Uma empresa que eu sinto falta na bolsa é o Grupo Globo, eu provavelmente compraria GLOB3 se fosse feita a abertura de capital, o Grupo Globo tem uma resiliência muita boa e está consolidado em praticamente todos os mercados de atuação.

    Dessas que você colocou na lista eu consideraria estudar a fundo Amparo, Jacto e Tigre se alguma delas fizessem abertura de capital.

    Abraços,
    https://poupadordointerior.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Grupo globo seria uma boa sim...

      Excluir
    2. Globo eu não compraria. Não gosto da forma de atuação da empresa.

      Excluir
  10. Respostas
    1. Fui pesquisar sobre a Tigre e ela já esteve na bolsa, más fechou capital. Na reportagem fala sobre os custos para ter capital aberto como um dos motivos.
      https://www1.folha.uol.com.br/folha/dinheiro/ult91u67659.shtml

      Excluir